Press "Enter" to skip to content

Wind of Change pode ter sido escrita pela CIA. Não, a sério

Um jornalista persegue o rumor de que a música mais popular dos Scorpions terá, na verdade, sido escrita pelos serviços secretos dos EUA para pôr fim à Guerra Fria.

“I follow the Moskva / Down to Gorky Park / Listening to the wind of change.

Assim versa a letra de uma das músicas mais míticas de sempre. Interpretada pela banda alemã Scorpions, Wind of Change cativa-nos rapidamente com um assobio longínquo. Gravada no início da década de 90, surgiu pouco antes do final da Guerra Fria e o seu lançamento praticamente coincidiu com a queda do muro de Berlim. Mas… e se, na verdade, tivesse sido escrita pela CIA?

Esta é a alegação na base de um dos podcasts de Jornalismo de investigação que mais me cativaram. Arriscaria dizer, mais até do que o icónico Serial. Antes que pergunte, não, não é uma invenção. Produzido pela Crooked Media e pelo Spotify, escrito e apresentado pelo jornalista Patrick Radden Keefe, o podcast Wind of Change investiga o rumor de que a música homónima fez parte de uma operação psicológica dos serviços secretos dos EUA para instigar a mudança no seio da União Soviética. Uma tentativa, entre muitas, de pôr fim à Guerra Fria.

Ao ouvir Wind of Change, sou automaticamente transportado para outro lugar. A música arrepia-me, o podcast prende-me por completo. Não é de estranhar, por isso, que tenha ouvido os oito episódios desta série a galope, em três dias, noite dentro. Cada um, com cerca de uma hora de duração, é como uma peça de um puzzle que vamos construindo aos poucos, pacientemente guiados pelo narrador, partilhando com ele da intriga e mistério que só parece adensar-se.

Keefe fez o trabalho de casa com mestria e genialidade. Verifica os factos e apresenta-os com rigor. Distingue o que se sabe do que não se sabe. No fim, a cereja no topo do bolo: uma entrevista em que confronta o próprio vocalista da banda, Klaus Meine. Tudo isto termina com bravura e coragem: nada é preto ou branco, sobretudo quando estamos a falar da CIA.

Muito mais havia a dizer. Mas prosseguir seria retirar a si, caro leitor ou leitora, todo o prazer de ouvir esta obra-prima, de forma totalmente egoísta da minha parte. Se aprecia história, suspense, música, investigação, jornalismo e um excelente podcast, este é sem dúvida mais um título a juntar à sua lista. Aliás, porque não começar já? Pode ouvi-lo mais abaixo, aqui mesmo, nesta página.

Oiça aqui Wind of Change

Atenção, os episódios surgem por ordem inversa.

Imagem por Crooked Media

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *